QUEM SOU

Eu moro na Cidade de Deus desde 1966 antes morava em Inhauma, mais teve uma enchente que fomos levados para uma escola e la ficamos por quase 1 mes esperando vaga pra algum lugar, este lugar foi a CDD.
Com promessa que iamos ganhar uma casa, ganhar... nao ne! porque tinha que pagar
mais meu pai apressou de arrumar um dinheiro com o patrao dele e comprou uma triagem (embrião) e ficamos aguardando a casa durante anos ai... meu pai arrumou de novo o dinheiro e comprou uma casa que acabou de construir, pois a familia estava crescendo. nao tinha escola pois estava cheia de gente nao tinha onibus tinha que andar ate a freguesia para pegar conduçao muitas pessoas perderam os empregos, meu pai passou a vir em casa uma ves na semana para trazer dinheiro pra gente, as pessoas fiseram o que puderam pra viver começou nascer o comercio na cdd e ja tinha-mos um onibus circular para freguesia onde tinha varios onibus para varios lugares meu pai ja podia vir pra casa todos os dias.

Feira, trafico, roubo, estrupadores etc... e o poder publico nadaaaaaaaaa, e cada ves
ficando pior, guerras do trafico, todo dia morria gente eu mesma pensei que ia morrer... de bala perdidas de fome ...mais como tinha a feira eu ia catar (xepa ) restos de verduras e frutas minha mae aproveitava tudo flor de abobora, semente de jaca, tinha ate uns matos que ela fazia saladas uma vez meu irmao comeu comigo ninguem pode, pensando que era inhame, coitado sofreu...O vida dificil, pareciamos prisioneiros de guerra, e assim fui crescendo,vendo tudo que nao prestava achando que era normal, quando fiquei moça 12 anos minha mae me trancou dentro de casa, outra prisao minha mae tenha medo que os tarados me pegase, imagina... nao tinha televisao, nada pra ler, ja tinha começado as aulas, mais meu pai nao deixou eu estudar porque falava que mulher nao precisava estudar, presa dentro uma quarto nao podia nem chegar na porta que eu apanhava ainda bem que uma vez na semana iamos a igreja assim eu podia ver a rua e as pessoas. foi quando conheci meu marido casei tive tres filhas pensei que ia se livre mais, ele nao deixava eu tomar remedios para evitar gravides. eu estava infeliz porque queria estudar, ninguem me entendia , comecei a me revoltar sumir durante 7 dias , me procurarm ate no necroterio, quando voltei pedi minha liberdade, separei ,ja tinha 18 anos ninguem podia mandar em mim, so que com tres filhas foi muito dificil nao sabia fazer nada trabalhei em casa de familia e estudava a noite ,  meu colegio era particular pois nao tinha ensino  fundamental aqui,  poder publico nadaaaaa...

Fomos abandonados e esquecidos aqui revoltada comecei a usar bebida alcolica e drogas minha situaçao piorou o dinheiro nao dava pra nada e minha filhas crescendo casaram cedo demais e foram embora,me sentir sozinha  ninguem me amava etc...eu livre atolei e pe na jaca fui perdendo tudo que tinha meus amigos quase todos entraram para o trafico pois era a unica coisa que dava dinheiro aqui , 300 reais por semana, .estava cansada desta vida ficava tres dias cheirando nao sei como nao tive uma overdose o nariz sangrava, muitas vezes pensei que ia morrer de drogas.mais nao conseguia ficar sem...era muita tristeza

Eu era uma pessoa revoltada com o meus pais e o governo, que nos abandou, so que eu fazia mal pra mim , ate que um dia resolvir virar o jogo, ir pra cima daqueles que era a causa do meu fracasso .

chega de nao ser ninguem de viver no anonimato, vou lutar, eu nao sou culpada de tudo, e dever do governo nos proteger dar moradia, escolas , saude, infraestrutura etc....



Corri atras do prejuiso queria ser alguem, e procurando um meio de cobrar ( mais de quem? ) quem era o culpado de eu morar em um lugar esquecido de todos, da sociedade, do governo ?quando iamos procurar emprego se falase que morava na cdd nao conseguia  olhavam pra mim como se fosse uma ladra e se  descobrisse onde morava era mandada embora e qualquer coisa que acontecesse na loja era quem morava na cdd quantas vezes saltei longe de casa para nao saberem que eu morava aqui sofri muita descriminaçao (VERGONHA) me sentia um bicho, um verme asqueroso.

comecei a procurar instituiçaoes na comunidade para me capacitar comecei a fazer varios cursos gratis artesanato, pintura, costura, graffiti, audio visual, assistir palestras , praticar desenhos etc... larguei as drogas so tinha curso Deus me ajudou.


Coloquei um aviso em minha porta, aceito doaçaoes de livros, recebi muitos e comecei a estuda fiz um conhecimento geral pois falava muita coisa errada conheci a cufa e comecei fazer audio visual eu sem enteder o que era so sabia que era   visual (ver) e audio (ouvir) descobrir mais tarde que era cinema, comecei a fazer varios cursos e conheci muitas gente do saberes ( mv bill, celso athaide, terezinha, varias instituiçao ate o presidente lula eu conheci pessoalmente e beijei sua mao do dedinho coto   e me envolvir na area social que e o que faço, hoje sou uma ativista na minha comuinidade, descobrir que sei desenlhar, fiz graffit, virei ilustradora, artista plastica etc...
Eu sei que o esforço de previnir a violencia tem que ser , minicioso, paciente, percistente, que requer tempo e treinamento especial.

Cada coisa que o poder publico, nos nega e uma violencia, como pode eles querer dominar pedofilia , violencia domestica e outros se elas ja vem de la, e como eles querem cuidar de nossas crianças e adolescente se nao começar por nos maes.


VEJA MAIS SOBRE MIM: